IMPRENSA ESPECIALIZADA

Artigos Publicados

Artigos Publicados

Buildings Life Cycle Assessment

Avaliação do Ciclo de Vida de Edifícios

 

“A análise de ciclo de vida (ACV) é uma metodologia utilizada para quantificar e avaliar o impacto ambiental de produtos, processos e serviços. O presente artigo irá focar a importância da análise de ciclo de vida dos edifícios, bem como os benefícios proporcionados pelo betão, considerando uma abordagem abrangente ao parque edificado. Serão consideradas as fases de projeto e construção da obra, a utilização da mesma durante o seu tempo de vida útil, as possibilidades de intervenções de reabilitação e renovação, e ainda a demolição e reciclagem dos resíduos. 

A análise técnica será enquadrada pelas mais recentes orientações, legislação e normativo, ao nível internacional, europeu e nacional, articulando especificidades do material e soluções construtivas, conjugando potencial de renovação com inovações digitais e tecnológicas, na concretização de uma visão global para a Humanidade rumo à eficiência energética, à neutralidade carbónica e a um futuro sustentável.”

“O foco no ciclo de vida dos edifícios e a utilização de tecnologias digitais e inovadoras no setor da construção, resultará em edifícios eficientes, inteligentes e descarbonizados. O planeamento urbano e a contratação pública sustentável podem dar um contributo inestimável à ecologização do parque edificado, delineando o caminho rumo às cidades inteligentes do futuro.”

Fonte: NUNES, Ângela. [et al.] – Avaliação do Ciclo de Vida de Edifícios. Revista Portuguesa de Engenharia de Estruturas. Ed. LNEC. Série III. n.º 16. ISSN 2183-8488. (julho 2021) 113-116.

 

Energy Transition and Decarbonization: efficiency, competitiveness, innovation of National Cement Industry and Public Policies to support its transformation

Transição Energética e Descarbonização: eficiência, competitividade, inovação na Indústria de Cimento Nacional e Políticas Públicas de apoio à sua transformação

“O “Roteiro da Indústria Cimenteira Nacional para a Neutralidade Carbónica em 2050” representa o compromisso da Indústria Cimenteira em atingir emissões líquidas zero de CO2, ao longo da cadeia de valor do cimento e do betão, até 2050. O exercício reflete o contributo do setor para a descarbonização da economia, para a mitigação das alterações climáticas e para o cumprimento de objetivos definidos nos diplomas legislativos de referência, adotados por Portugal e pela União Europeia.

Apresenta uma visão estratégica e abrangente da cadeia de valor, através da abordagem “5C”: Clínquer, Cimento, Betão (Concrete), Construção e (re)Carbonatação. A metodologia identifica e caracteriza, para cada elemento citado, o recurso a tecnologia existente e a investigação e desenvolvimento de tecnologias disruptivas necessárias, bem como as medidas a implementar no sentido da redução de emissões de CO2, os investimentos para a prossecução dos objetivos definidos e as políticas públicas de suporte adequadas ao cumprimento dos mesmos. O Roteiro demonstra que, com empenho e colaboração entre os diversos intervenientes e de toda a sociedade, a neutralidade carbónica em 2050, poderá ser uma realidade.”

Fonte: ROCHA, P. [et al.] – Transição Energética e Descarbonização: eficiência, competitividade, inovação na Indústria de Cimento Nacional e Políticas Públicas de apoio à sua transformação. Revista Portuguesa de Engenharia de Estruturas. Ed. LNEC. Série III. n.º 16. ISSN 2183-8488. (julho 2021) 117-126.